O que fazer por 2 dias em Foz do Iguaçu?

Foz do Iguaçu - Cataratas

Que tal um passeio de dois dias pelo segundo destino turístico mais visitado pelo Brasil? Itaipu, Cataratas, museu de cera, parques, zoológicos, museus, vida noturna e muito mais. Conheça alguns dos atrativos da cidade brasileira considerada por muitos ‘destino do mundo’.  Foz do Iguaçu tem a seu favor uma série de vantagens: é bem sinalizada, segura (considerando o tamanho da cidade e o fluxo de turistas que recebe), um transporte público eficiente, ampla rede hoteleira e simpatia do povo paranaense.



Como preparar uma viagem para Foz do Iguaçu?

A forma mais barata e divertida é por uma excursão. Tem várias operadoras de viagem que oferecem pacotes para a cidade com preços bem atrativos. A dica é pesquisar e ver se a operadora de viagens é confiável. Sempre verifique!

Ou se você fizer a viagem por conta própria (igual a gente já fez muitas vezes), pesquise bem o roteiro e coloque no papel. Fizemos duas viagens a Foz, uma sem planejamento e outra em grupo.

Quando fomos sem planejamento, usamos o Booking (site de reservas de hotel) e pesquisamos as taxas dos roteiros na internet (Cataratas do Iguaçu e Itaipu ). Dormimos no hostel/pousada Café Brasil (Rua Martins Pena, n.98). Almoçamos no Super Muffato da JK próximo a pousada (hostel).

Em grupo é bem mais barato e o legal é que você pode conversar com outras pessoas no caminho, fazer novas amizades além de acabar sendo mais divertido.

 

Cataratas do Iguaçu

Em 2014, o pessoal da pousada nos alertou que se fôssemos de carro seria necessário desembolsar cerca de R$ 17,00 para o estacionamento, por isso o ônibus foi a alternativa mais viável. Além disso pudemos ver melhor o lugar e conversar com pessoas que moram no local. Inclusive uma senhora muito simpática que trabalha no setor hoteleiro nos disse durante o trajeto que tem muito serviço pra pouca mão de obra. Ela mesma estava recebendo o seguro desemprego e já recebeu duas propostas de trabalho logo nos primeiros dias que esteve sem trabalhar. Outro rapaz que estava próximo aproveitou para ofertar passeio de helicóptero e de barcos infláveis (Macuco Safari) nas Cataratas. Opção interessante pra quem tem uma grana sobrando.

Ao chegar ao parque visualizamos uma belíssima entrada. De lá seguimos para o guichê de pagamento dos serviços do parque. Pouco tempo depois, parou o ônibus que nos levou até as Cataratas. Durante todo o trajeto eram repassadas orientações do tipo : não alimente os quatis! ; Use o cinto de segurança! ; A vegetação existente…..; Na próxima parada…. e por aí vai. Todas as orientações eram repassadas em português, inglês e espanhol.

Entrada do Parque Nacional do Iguaçu
Entrada do Parque Nacional do Iguaçu -2014

No ponto em que descemos, vimos o Hotel das Cataratas à direita e à esquerda, uma trilha por onde se acessa as quedas de água e um monte de quati pelo caminho.

Hotel Cataratas - Foz do Iguaçu
Hotel Cataratas – Foz do Iguaçu

O lugar é simplesmente fascinante.


Itaipu, exemplo de sucesso da engenharia brasileira

Para suprir a demanda energética brasileira foi construída a gigante Itaipu (‘Pedra que canta’). Amada por uns (amantes do desenvolvimento/paraguaios que vendem energia ao Brasil) odiada por outros (atingidos por barragens) e por muitos anos considerada a maior usina hidrelétrica em funcionamento do mundo. Fomos em 2014 e retornamos em 2016 para conhecer a usina. Em 2014, fomos em família. Pagamos o estacionamento e entradas, fomos assistir um filme institucional e seguimos para o ônibus, onde o guia nos levou para os lugares mais interessantes do lado externo da usina. Vimos toda extensão da barragem, o vertedouro, parte das linhas de transmissão e o porto Kattamaran.

> Foz do Iguaçu- Vale a pena visitar a Usina de Itaipu?

Ecomuseu

O Ecomuseu é um dos roteiros turísticos incorporado a Itaipu Binacional. Um pouco da história de Itaipu, talentos de artistas paranaenses e uma simulação do que seria uma turbina geradora de energia elétrica. Ganhamos 1 exemplar do livro “Poty, poeta do traço”. Recomendamos!

> Veja todos os passeios fornecidos pela Itaipu Binacional

Compras no ‘Paraguay’

Domingo definitivamente não é um bom dia de compras no Paraguay. Esse alerta a dona do hostel (Fabiana) já tinha nos dado. Mas como nossa vontade era apenas a de conhecer, pegamos a linha de ônibus internacional e fomos à famosa Ciudad del Este (ano 2014). Achavamos que encontrariamos uma cidade extremamente suja e bagunçada, mas encontramos um ambiente um pouco diferente. Ruas estreitas, um pouco de lixo e bagunça, mas nada fora do normal. O que surpreendeu foi a vontade de vender do povo paraguaio. Nas 4 horas que ficamos lá, não ficamos nem 10 minutos sem ouvir um paraguaio ofertando algo para vender. Ví alguns diálogos do tipo:

Quer comprar uma meia? Não uso meia branca por que encarde. Não tem problema a gente tem preta também!

Quer comprar um Pen drive de 32Gb por R$ 25,00? Não, obrigado. E por R$ 20,00? Hoje não. Faço 2 por R$ 30,00! Já falei que não quero!

E depois de todo passeio terminado, no ônibus apareceu outro perguntando para cada passageiro: Quer comprar água?

Outra coisa que chama muito a atenção é a quantidade de crianças trabalhando nas ruas de Ciudad del Este e a quase inexistência de policiamento no local (2014). Mesmo domingo estando com grande parte do comércio fechado é grande a quantidade de pequenos estabelecimentos comercializando seus produtos geralmente eletrônicos, calçados, tecidos e acessórios.

E você?

O que você mais gosta de Foz do Iguaçu? O que você acha que não pode faltar num passeio à tríplice fronteira? Já foi a Foz do Iguaçu? O que você recomenda? Mudou algo? discorda de algo que escrevemos? Conta pra gente o que você achou!


Conta pra gente, o que você achou?

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná!
Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares
Sugira, critique, participe!
;-)