Igreja subterrânea de Mamborê

Por incrível que pareça, esse local ainda é desconhecido por grande parte da própria população mamboreense. Percorrendo pouco mais de 18 Km de Mamborê, encontramos a Igreja Subterrânea Sagrado Coração de Jesus. A igreja construída na década de 1990 fica na comunidade Gavião e por esse motivo é chamada carinhosamente de ‘Igreja do Gavião’. Abaixo um vídeo feito por Sergio Luiz Balbinot mostrando uma vista parcial da Igreja. 





Nesta comunidade, em 1997, segundo dados retirados do livro ‘A história de Mamborê (Vilson Olipa)’ residiam 150 pessoas.  Atualmente estima-se que existam pelo menos 10 famílias residindo na comunidade. Apesar de ser um local mais isolado o percurso vale a pena, pois a  visão obtida nesse lugar é simplesmente fantástica. A área interna da Igreja é revestida por rochas, dividindo espaço com áreas de vidro que trazem iluminação interna, várias plantas ornamentais e esculturas sacras.

Nos dias normais (sem festa) a localidade tem entretenimento para toda família. Lá encontramos também campo de futebol, amplo salão de festas, além de uma enorme área verde. O evento mais tradicional da comunidade é a Festa da Costela, que acontece todo primeiro domingo de agosto e atrai turistas de várias cidades.

-> Veja mais informações sobre a festa da costela (2017)

-> Igreja subterrânea vira atração turística (Portal Itribuna)

Como chegar?

Chegando em Mamborê, pegamos a estrada em direção ao Patrimônio do Guaraní (também leva a Nova Cantu e Campina da Lagoa). São pouco mais de 17 Km de estrada de chão em boas condições. Para os ciclistas e motociclistas de primeira viagem, o trajeto pode ficar um pouco mais complicado próximo a Igreja Subterrânea por causa do cascalho solto. 

E você?

Igreja Subterranea do Gavião - Mamborê

Não conhecia ainda? Você já visitou esse local? Relate-nos o que achou. Dê sua opinião ou sugestão. Elas são muito bem vindas.



Conta pra gente, o que você achou?

Escrito por: Trilhas & Lugares

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná! Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares Sugira, critique, participe! ;-)