Vou de Bike 2017 agitou Campo Mourão

Vou de bike Campo Mourão

Campo Mourão sediou neste domingo, 26, no CTG Índio Bandeira, a Terceira Etapa do Circuito Vou de Bike 2017, evento que foi promovido pelo Grupo Sou Bike. Participaram mais de 700 pessoas, sobre suas “bikes”. Além dos “mourãoenses”, presença de participantes de outras 46 cidades, incluindo também os Estado do Mato Grosso do Sul (Dourados e Nova Andradina) e São Paulo (Presidente Prudente). Os nomes dos “grupos” eram os mais diversos: tinha “Peda Loucos”, “Canela Suja”, “Cambotas”, “Amigos da Bike”, “Ciclo Passeio Pedal Evolução”, “Pata da Onça”, “Bira Bikers”, “Corujas Bike”, “Os Pikilys”, “Caveiras Bikers”, e muitos, muitos outros. Eram “pedaleiros” de todas as idades, com muita animação para concluir os 30 km (percurso light) e 50 km (percurso hard). E se tinha cansaço, desânimo não tinha, pois a força física e mental superou todas as suas dificuldades. Até mesmo o “peso da idade”.

Posted by Circuito Vou de Bike – Campo Mourão on Monday, March 27, 2017

É o que diz Luciano Ferreira, de Mariluz. Ele tem 65 anos de idade e escolheu logo o percurso hard, o mais pesado. O participante pedala há uns cinco meses, mas treina três vezes por semana, entre 30 e 50 km cada pedal. Aos sábados ele faz de 58 a 60 km. “Eu gostava de jogar futebol, mas machuquei o joelho e parei. Mas eu tinha que continuar no esporte, e optei pela bike. Eu já gostava de andar de bicicleta, e ficou fácil, só migrei para este esporte. Aqui (em Campo Mourão), foi calmo, não tinha muito “areião”, valeu a pena”, afirmou o “experiente biker”.

Família Unida

Para não deixar a família em casa, o Everton Paolicchi, também de Mariluz, veio com a esposa Ana Gleiza e os filhos Geovani e Ana Clara. O detalhe é que ele acoplou uma bike, com dois bancos, à sua bicicleta e levou os dois filhos juntos nos 30 km. O pai disse que trazer os filhos é algo muito especial, uma grande alegria. “Eles vem tranquilos desta forma, foi uma alternativa boa, já fui em várias etapas do circuito com eles, de vez em quando dão uma reclamada, na questão da velocidade, mas no geral eles vão numa boa”, destacou o pai.

Tomada por Poeira e Barro

Para a Rayane Heinz, de Cascavel, da equipe “Caveiras Bikers”, que chegou ao final coberta por barro e poeira, a participação em Campo Mourão foi muito “top”. Ela falava no final da quantia de subidas, do vento contrário, mas no geral, o seu semblante trazia só satisfação. “Foi sensacional, eu fui mesmo de encontro com a lama, com o barro, pois acredito ser este um dos grandes segredos do pedal, você realmente voltar com o espírito aventureiro aprofundado. A questão de se superar é fundamental, pois cada percurso exige um pouco mais de nós. Faço em torno de três pedais por semana, e estou há quatro meses pedalando e participando do grupo”, afirmou a cascavelense de 27 anos, que pretende estar presente também em outros circuitos.

Vou de bike Campo Mourão

Foto: Facebook Circuito Vou de Bike (Diego Reis)

O precursor do Vou de Bike

O grande precursor do Vou de Bike vem de Umuarama. É o Jeferson Ferreira, o “Jefinho”, que tem 29 anos e atualmente é o Secretário de Esportes daquela cidade. No ano de 2014, ele, com seu grupo, começou a fazer uns pedais em conjunto com os Corujas, de Cianorte, e logo após, começou a surgir a ideia de criar um evento “regional”. E surgiu o “Vou de Bike”, que hoje tem etapas em 13 cidades paranaenses, incluindo a etapa de Campo Mourão, onde ele também “pedalou”.

“Fui o mentor intelectual deste evento, porém, muita gente também está envolvida. Tudo começou dentro de Umuarama e Cianorte, com uma união entre nós, destas cidades, para passeios de final de semana. No passeio, que era para ser algo simples, acabamos reunindo mais de 100 bikes. A partir daí começou o movimento. Como professor de educação física e profissional de gestão esportiva que sou, montamos um caderno de procedimentos para fazer este evento acontecer, e oferecemos ele para clubes de outras cidades, entre eles, o Grupo Sou Bike, de Campo Mourão. Hoje já são quatro anos de Vou de Bike, estamos em 13 cidades e a média de público está sempre superando as expectativas, e isto nos motiva a cada vez mais estar incentivando a prática desta modalidade”, afirma Jefinho, que confessa não ter a ideia lá no início da proporção que o evento viria a tomar.

-> Veja mais informações sobre esta edição do Vou de bike

Responsabilidade com o Meio Ambiente

Uma das maiores premissas do Circuito Vou de Bike, e desta modalidade esportiva, num sentido geral, que todos os praticantes levam ao “pé da letra”, é o cuidado com o companheiro que está do lado, a responsabilidade com que vem atrás, ou ao lado, e também o cuidado com a natureza, não deixando nunca sujeira pelo caminho, preservando sempre pelo bem da natureza e consequentemente das gerações futuras. Prova disto é que as “trilhas” são quase sempre realizadas em meio aos caminhos rurais. O Circuito Vou de Bike Campo Mourão, neste ano, teve como cenário, na principal parte do percurso, o Parque Estadual Lago Azul.

Posted by Circuito Vou de Bike – Campo Mourão on Monday, March 27, 2017

 

O Evento

-> Veja fotos do evento no Facebook do Circuito Vou de Bike

Antes de sair para a trilha, todos os participantes do Vou de Bike Campo Mourão tomaram um “reforçado” café da manhã, participaram do aquecimento e se colocaram em posição para a saída. Nos pontos de apoio, tinha água, frutas e também a “tradicional” paçoca, para repor as energias. Na chegada, teve um suco de laranja, medalhas de participação e o almoço. Logo após, todos concorreram a uma bike Audax 29r. Todos tiveram suporte médico e mecânico, com unidades móveis acompanhando os participantes durante todo os seus trajetos.

O prefeito Tauillo Tezelli, junto com o Secretário de Estado do Esporte e Turismo do Paraná e deputado estadual licenciado, Douglas Fabrício; o deputado estadual Marcio Nunes, o Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Edson Battilani, e o Secretário Especial do Esporte, Recreação e Lazer do Município, Marcelo de Oliveira Lima, estiveram presentes antes da largada. O pastor Arnildo Klumb proferiu a benção aos participantes antes da saída.

O Terceiro Circuito Vou de Bike, promovido pelo Grupo Sou Bike Campo Mourão, teve apoio da PC Adventure, Governo do Estado do Paraná (Secretaria do Esporte e Turismo), Município de Campo Mourão (Fundação de Esportes – Fecam e Secretaria da Saúde), Audax, SESC, Alimentos Coamo, Anderson Lima, Sanepar, Unimed Campo Mourão, Casali e Suco Viva Feliz (Garoto).

Conta pra gente, o que você achou?

Texto originalmente compartilhado no Facebook do evento Vou de Bike e escrito por Diego Reis.
Diego Reis trabalha na área de comunicação há exatos 20 anos. Em 1997, iniciou escrevendo no Jornal Tribuna do Interior. Dali em diante nunca mais parou. Atualmente é funcionário público municipal.