Turismo é um bom negócio?

Foz do Iguaçu - Cataratas

Para começar a resposta dessa pergunta, se não fosse um bom negócio, não teríamos criado o trilhas & lugares . O nosso país tem um potencial imenso na área de turismo. As dimensões continentais, variedade de paisagens povos, culturas, gastronomia e criatividade do povo brasileiro são uma riqueza ainda não valorizada.
Não precisamos ir muito longe para ver essa riqueza turística.

Em sua cidade certamente deve ter algum lugar/pessoa/evento que seja “diferente”, “criativo”, “único”. Nosso problema é que muitas vezes nos deixamos influenciar mais pelas notícias negativas que as positivas. Não estamos defendendo com isso fechar os olhos para a corrupção, roubos, assassinatos e outros eventos catastróficos, porém, porque dar destaque só a isso?

Igreja católica na área central de Nova Cantu
Igreja católica na área central de Nova Cantu

Um outro fator que prova que turismo é um bom negócio são as pesquisas de mercado recente que apontam que torrar uma grana com turismo e entretenimento esta entre as prioridades dos brasileiros (Travel Survey). Tá aí a CVC que não deixa a gente mentir!

Como desenvolver o turismo?

Primeiramente deve-se descobrir a vocação da região e desenvolvê-la. Temos vários casos de sucesso em nosso estado tais como a Capital Paranaense da Aventura,  Circuito Italiano de turismo e Foz do Iguaçu. Nos últimos anos vários projetos vem sendo lançados no Paraná para desenvolver a regionalização do turismo.

Base turística do Paraná

Porque desenvolver o turismo?

É uma das atividades que mais gera emprego e renda no planeta. Além disso o custo/valor do serviço é intangível (está mais relacionado ao que o turista sente do que ao valor real). A lucratividade é alta.

Os 15 países que mais dependem do turismo (mais o Brasil)

O portal SEBRAE/PR turismo aponta que 1 a cada 11 empregos no planeta estava, em 2015, relacionado ao turismo e o setor tem previsão de crescer 4% ao ano nos próximos 10 anos (tempo de crise internacional? ) Em 2014, segundo o plano de turismo do Paraná, 5% do total de empregos do estado era relacionado ao turismo (150.428 empregos formais). Em 2015 o gasto médio por pessoa era de 80 dólares/ dia.

Pousada Parque das Gabirobas - turismo rural
Pousada Parque das Gabirobas- Roncador

Logicamente o turismo não se desenvolve da noite para o dia e precisa de uma série de fatores para se desenvolver tais como informações confiáveis, pontos de apoio ao turista, pessoas receptivas e capacitadas, logística, acessos , transporte, comunicação entre outros.

E você? Qual sua opinião?

O que você acha que poderia ser feito para que o turismo em nossa região se desenvolvesse melhor? O que falta em sua cidade? Ou em sua região? Shows? Eventos? Lanchonetes? Quais são seus lugares favoritos?

Conta pra gente, o que você achou?

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná!
Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares
Sugira, critique, participe!
;-)