O encontro da cultura na terra dos astros

Bumba meu Boi (Grupo Anjos da Guarda- Fefosol/Divulgação)

Bumba meu Boi (Grupo Anjos da Guarda- Fefosol/Divulgação)

Quinta do Sol vai sediar nos próximos dias o Fefosol (Festival de Folclore de Quinta do Sol). A cidade é conhecida como cidade dos astros pelo fato de suas ruas terem, em sua maior parte, nome de estrelas, constelações e planetas. O Festival acontece todo ano no mês de agosto e movimenta a pequena cidade de cerca de 5 mil habitantes.

Grupos folclóricos confirmados

Até o momento vários grupos folclóricos estão confirmados para o festival, quatro deles vieram do nordeste brasileiro:

  • Grupo Folclórico Parafusos/Lagarto – SE
  • Boi Encanto do São Cristovão/São Luiz – MA
  • Balé Popular Terras Potiguares/Passa e Fica – RN
  • Grupo de Tradições Populares Acauã da Serra/Campina Grande – PB
  • Grupo Pôr do Sol/Quinta do Sol – PR
  • Grupo de Capoeira de Engenheiro Beltrão/PR
  • Grupo Anjos da Guarda/Maringá-PR
  • Grupo Folclórico Grune Stadt/Maringá -PR
  • Grupo de Dança Portuguesa Os Lusiadas/Maringá –PR





A entrada é gratuita e, assim como em anos anteriores, haverá transmissão pela internet. Haverá atrativos para todas as idades. Veja a programação no site do evento 

Vamos conhecer o Festival de Folclore de Quinta do Sol?

Conversamos com Lucinei Carneiro, coordenador geral da 12ª Edição do Fefosol. Ele nos passou muitas informações interessantes sobre o evento e suas origens.

Fefosol - Festival de Folclore de Quinta do Sol

T&L Pode se dizer que o Fefosol é o maior evento destinado a valorização do folclore na região? Vimos recentemente uma reportagem do Tribuna do Interior chamando Quinta do Sol de capital paranaense do folclore?

O Fefosol é o único evento desse gênero no Estado do Paraná. Me refiro ao fato do festival ser um canal de projeção da cultura popular brasileira.
É lógico que temos no Paraná outro evento grandioso, como o Festival de Etnias que acontece em Curitiba, mas é um evento destinado a cultura dos imigrantes que habitaram e habitam nosso Estado.
A ideia de Capital Paranaense do Folclore, surgiu exatamente do fato de Quinta do Sol, uma cidade pequena do interior do Estado passar a figurar no calendário de festivais folclóricos do Brasil.

Origens do Fefosol

T&L Como surgiu a ideia/necessidade de criar um Festival?

O festival é filho do Grupo Pôr do Sol, fundado em 2002. Vivenciamos a dificuldade de mostrar um trabalho de pesquisa e projeção pois, são poucos os grupos que se dedicam a isso e nenhum evento que desse oportunidade para esses poucos grupos.

O Fefosol nasceu em 2005 para ser um espaço para que grupos e escolas da região tivessem um momento exclusivo para danças folclóricas. Nas três primeiras edições apenas grupos locais, geralmente das escolas da região participavam. Já em 2008 na 4ª edição contamos com a participação de um grupo do Estado de São Paulo. Daí em frente o festival tem trazido grupos de todas as regiões do Brasil.

T&L O Grupo Parafolclórico Pôr do Sol tinha ideia da dimensão/importância que tomaria no cenário cultural paranaense? Quais as expectativas futuras?

Quando começamos em 2002, não havia uma meta definida quanto a continuidade do grupo, pois o mesmo, era parte de um projeto desenvolvido no Colégio Estadual São Judas Tadeu. Ele tinha data de encerramento ao final do ano.

Em 2003 foi que realmente os coordenadores que escolheram manter o grupo em atividade começaram a traçar planos mais ousados. Nesse ano o grupo viajou para o litoral do Paraná para fazer um intercâmbio com grupos autênticos de Fandango. Dessa viagem surgiu o repertório de danças paranaenses que o Pôr do Sol tem como carro-chefe de seu trabalho.

A partir de 2005 começamos a participar de festivais mais importantes, tais como o Festival de Danças de Cascavel e o Festival do Folclore de Olímpia/SP em 2007 e 2008. Desde então, não paramos mais. Já estivemos em vários Estados e também participamos de festivais no Peru, França, Bélgica e mais recentemente no Chile.

Esse ano, voltaremos ao Festival de Olímpia em São Paulo, estaremos nos apresentando de 07 a 13 de agosto. Em relação aos planos para o ano de 2018 estamos nos preparando para mais uma turnê internacional.

Fefosol - Festival de Folclore de Quinta do Sol

Fefosol 2017

T&L Quantas pessoas, em média se envolvem no evento?

Em média são 100 pessoas, entre coordenadores, monitores de grupos, técnicos, equipe de refeitório e limpeza e praça de alimentação.

A previsão para esse ano é receber aproximadamente 130 dançarinos dos 4 grupos visitantes de outros Estados que ficaram alojados em Quinta do Sol, durante o evento.

T&L Sobre a ‘invasão nordestina’ com participação de quatro grupos folclóricos do nordeste brasileiro. O que vocês acreditam que impulsiona atravessar o país para participar do Fefosol? A que se deve o sucesso do festival?

Cada festival tem suas características que o diferenciam dos outros. No nosso caso, por ser uma cidade pequena, os grupos se sentem muito a vontade. A nossa população é muito receptiva e acolhedora e nossa equipe de cozinha é muita famosa e querida por todos que visitam o Fefosol.

Temos também uma boa estrutura para que os grupos possam fazer ótimas apresentações. Além disso nos últimos anos estamos transmitindo o evento pela internet o que ajuda a divulgar o festival e a nossa cidade também.

Já com relação a “invasão nordestina” acredito que isso se deve ao fato da região nordeste ser um dos maiores celeiros de cultura popular brasileira e também essa região concentra uma grande quantidade de grupos folclóricos que anseiam em difundir suas tradições para outros cantos do país.

Venha prestigiar o XII Fefosol

Fefosol - Festival de Folclore de Quinta do Sol

A entrada é gratuita e tem atrativos para todas as idades. Aproveite e conheça a cidade dos astros e se encante com a receptividade quinta-solense!



Conta pra gente, o que você achou?

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná! Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares Sugira, critique, participe! ;-)