Conheça o Parque Estadual do Guartelá

Tibagi, vem se tornando ao longo dos anos um dos polos turísticos paranaenses que mais cresce no estado. Um dos lugares mais visitados é o Parque Estadual do Guartelá criado em 1992 e implantado em 1997. O parque disponibiliza duas opções de trilhas: a trilha básica (gratuita) e a trilha das pinturas rupestres (necessita de contratação de guia turístico) .

> Aventuras e trilhas em Tibagi

Como chegar?

Veja os principais roteiros do Parque Guartelá

Segundo seu plano de manejo o parque tem como objetivos assegurar a preservação dos ecossistemas típicos da região; dos locais de excepcional beleza cênica, como canyons e cachoeiras; do patrimônio espeleológico, arqueológico e pré-histórico, em especial as pinturas rupestres;  de fontes, nascentes e espécies de fauna e flora nativas; além de ordenar o crescente fluxo turístico à área.

Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Conheça a trilha básica

Para percorrer a trilha básica não é necessário contratação de guia e seu acesso é gratuito. Ela tem cerca de 5.000 m de extensão (ida e volta), com acesso aos panelões do Arroio Pedregulho (banho permitido), ao mirante do canyon do Rio Iapó, à cachoeira Ponte de Pedra. O tempo previsto para o percurso é de aproximadamente 3 horas.

Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Abaixo uma das paisagens possíveis de se obter do grande mirante na trilha básica.

Parque Estadual Guartelá

Córrego Pedregulho, que forma cascatas e “banheiras” naturais. O banho nesses panelões é extremamente relaxante.

Turismo em Tibagi -PR

Ponte de pedra com 180m de altura. Devido a degradação causada pela ação humana, não é permitido a passagem por ela.

Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Trilha das pinturas rupestres

Um pouco mais longa que a trilha básica, passa pelo roteiro da trilha básica e tem acesso a pinturas rupestres. Esta trilha tem cerca de 6.000 m de extensão (ida e volta) e precisa de contratação de guia para fazer o percurso. Abaixo separamos as 3 operadoras de turismo que oferecem o passeio guiado:

  • Guartelá Turismo – Site da operadora | Telefone: 42 3275-1357 | Oi: 42 8434-1357
  • Parada do Guartelá – Site da operadora– 42 9 8874 7430 | contato@trilhasguartela.com.br
  • Tibagi Aventuras – Site da operadora –  42 3275-2778 | 42 9 9914-3516 | 42 9 9854-5338 | tibagi@tibagiaventuras.com.br
Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Um dos pontos preferidos para parada de fotos segundo nosso guia é essa ave que se petrificou junto as estruturas do local.

Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Chegada ao sítio arqueológico Lapa Ponciano. Ainda é possível ver algumas pinturas rupestres, porém a ação do tempo, chuva e do vandalismo acabaram por prejudicar grande parte desse patrimônio histórico.

> 9 Lugares para ver pinturas rupestres no Paraná

> Canyon Guartelá: 6º maior canyon do mundo fica no Paraná e perto de Curitiba

Parque Estadual do Guartelá em Tibagi

Horário de atendimento:

  • Atendimento das 08h00min às 18h00min de quarta-feira a domingo e feriados nacionais.
  • Informações adicionais: 0800 643 1388.

Importante levar:

  • Água e lanches: Não tem lanchonete no parque;
  • Calçados adequados e confortáveis: Apesar do percurso não ser muito extenso, a subida judia um pouco dos caminhantes menos acostumados;
  • Roupas leves e de preferência de tonalidades claras;
  • Protetor solar, repelente, boné;
  • Máquina fotográfica.

Proibido:

  • Qualquer tipo de comércio ambulante na área do Parque;
  • Acampar, fazer churrasco e consumir bebidas alcoólicas;
  • A entrada de animais domésticos;
  • Sair fora das trilhas previamente demarcadas e sinalizadas;
  • Banhar-se em locais não autorizados;
  • Porte de facas, facões, foices, assim como de quaisquer outras ferramentas manuais de corte, armas de fogo, motosserras e equipamentos que causem distúrbios sonoros na área;
  • Coletar, depredar, entalhar e desgalhar as espécies arbóreas mantidas nas diversas áreas do Parque.
  • A prática de atos que possam provocar incêndios na área;
  • O abandono de lixo, detritos de qualquer natureza ou outros materiais que maculem a integridade paisagística, sanitária ou cênica da área;
  • Caçar, pescar, coletar e apanhar peças do meio físico e de espécimes da flora e da fauna em todas as zonas de manejo, ressalvadas aquelas com finalidades científicas, desde que autorizadas pelo IAP;
  • A entrada de pessoas, veículos e equipamentos dentro do Parque não autorizadas pelo IAP;
  • Alimentar e assustar os animais.

E você?

Já conhece o Parque do Guartelá? O que achou? conta pra gente, compartilhe sua opinião!


Informações obtidas em visita ao parque (guia Alexandre Betim), site do IAP e setor do Turismo de Tibagi.


Conta pra gente, o que você achou?

Escrito por: Trilhas & Lugares

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná! Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares Sugira, critique, participe! ;-)