Como Campo Mourão virou referência em cultura na região?

Museu Municipal Deolindo Pereira Mendes - Campo Mourão

Boas iniciativas devem ser valorizadas, por que então não falar de uma das melhores gestões em cultura do Brasil? Isso mesmo, estamos falando de Campo Mourão que desde o fim da década de 1980 vem construindo uma trajetória que vem sendo reconhecida ano a ano. O maior impulso começou em 1987 com a criação da Fundação Cultural de Campo Mourão (FUNDACAM) que se tornou responsável pela política cultural do município. Em 2009 foi reconhecida como a 3ª melhor gestão em cultura no Brasil (Portal ITribuna)

Em 1998 foi criada a Lei Municipal de incentivo a Cultura nas Modalidades Mecenato e Fundo Especial de Promoção das Atividades Culturais ( Lei 1.103 ) que financia projetos culturais em diversas categorias.

Livros da Biblioteca de Campo MourãoAlém do apoio financeiro e de convênios, a FUNDACAM disponibiliza diversos espaços físicos tais como:

  • Teatro – Inaugurado em 1995 com capacidade para quase 500 lugares já recebeu grandes nomes artísticos nacionais como Dercy Gonçalves, Paulo Autran e Tônia Carrero.
  • Escola de circo – próximo ao Parque Municipal Joaquim Teodoro de Oliveira, a escola circense atua na formação de profissionais e de cursos de iniciação ao segmento artístico.
  • Casa da Cultura
  • Museu Municipal Deolindo Pereira Mendes – Espaço próprio com salas temáticas, galerias de ex-prefeitos, exposições e associações que visam resgatar um pouco da memória dos moradores de Campo Mourão.
  • Biblioteca Municipal Professor Egydio Martello – Segundo a agenda 21 foi a primeira iniciativa concreta de criação de um espaço público na área da cultura em Campo Mourão. Em 2005 o espaço foi transferido para a estação da Luz.
  • Conservatório Municipal de Música Profº Leone de Biaggio – aulas de teoria musical, piano, violão, teclado, órgão eletrônico e de canto. A maior parte dos cursos é gratuito.
  • Estação da Luz – Inaugurado em 2005 em espaço central na cidade, em frente a Catedral São José, conta com biblioteca, ludoteca, Associação Mourãoense dos Escritores, espaços para estudos e pesquisas.
  • Concha Acústica do Parque Joaquim Teodoro de Oliveira – Parque do Lago – O Domingo no Lago é um projeto que oferece diversas atividades entre elas: musica, teatro, fotografia, poesia e dança.

Conta também com um ótimo calendário cultural:

  • O dia municipal do fusca que é comemorado em 29 de Abril – Reúne muitos amigos e apaixonados pelo carro.
  • Bienal do Livro de Campo Mourão – Oferece lançamentos literários, oficinas, mesas temáticas, espetáculos, contação de histórias etc.
  • Virada Cultural – Em parceria com a SESC e SESI-PR,a virada é um dia em que a cultura se transforma no foco das atenções.
  • Inscrições para cursos de teatro e “Paixão de cristo” estão abertas

    • Curso de teatro

    • Responsável: Coordenação de Ação Teatral – 44 3523 7889
    • Informações: Francisco (44) 99912 4122 – Geovane (44) 99846 7580 -> Faça sua inscrição aqui
    • Mensalidade: R$ 60,00
    • Início das aulas: 07/03/17
    • Local das aulas: Casa da Cultura de Campo Mourão (Av. Comendador Norberto Marcondes, 684 – Campo Mourão/PR)Por meio de sua página oficial no Facebook ( FUNDACAM ), a Fundação Cultural de Campo Mourão divulgou na semana passada a abertura de inscrições para cursos de teatro, artes circenses (já encerradas as inscrições) e participação da tradicional peça teatral pública “Auto da Paixão de Cristo”.

    Encenação “Auto da Paixão de Cristo”

    A encenação “Auto da Paixão de Cristo” será realizada dia 14 de abril (sexta feira Santa), na praça São José. As inscrições podem ser feitas na coordenação teatral que funciona na casa da cultura, pelo e-mail: cat@fundacam.com.br ou pelo telefone: 44 3523-7889.

    Não é necessário ter experiência na área teatral. Os ensaios serão realizados nas sextas -feiras à noite e sábados. O Auto da Paixão é um espetáculo que reúne um grande público. A parte cênica conta com mais de 100 pessoas entre atores voluntários, integrantes de entidades como Tiro de Guerra, Ballet Municipal, Escola de Circo, além da equipe técnica que já prepara cenários, iluminação, montagem de som, entre outros detalhes para a realização do evento.

E aí, curtiu?

Estimular a participação cultural da população, principalmente em idade escolar pode servir de instrumento para estímulo da criatividade e convivência social. Esse é um dos diferenciais do modo como Campo Mourão trabalha a cultura. Quando levamos em conta as estatísticas do SESC a participação cultural mourãoense se destaca na região servindo como exemplo a ser seguido. E sua cidade? O que pode ser usado como exemplo? O que pode ser melhorado? Compartilhe!

Conta pra gente, o que você achou?

Ajude-nos a mostrar o que temos de melhor no Paraná! Siga-nos no Facebook @TrilhaseLugares e Instagram @trilhas_e_lugares Sugira, critique, participe! ;-)